Pneumonia

 

 

O que é

 

Pneumonia é uma infecção dos pulmões. A causa mais comum é a penetração de bactérias ou vírus nos alvéolos (região de trocas gasosas) ou interstícios (região entre os alvéolos). É a principal causa de mortes na infância em todo o mundo¹,⁴.

 

Quem está sob risco

 

A pneumonia pode acometer pessoas de qualquer idade, mas oferece maior risco entre idosos e crianças, devido ao sistema imunológico mais debilitado dessas faixas em geral. Pacientes imunodeprimidos, estão mais sujeitos à doença³,⁵. A inflamação provocada pelo cigarro, o álcool em excesso e o ar muito seco, devido o ar condicionado, favorecem a invasão por microorganismo¹.

 

Sinais e sintomas

 

Os principais sintomas são tosse com expectoração de catarro, falta de ar, dor no tórax e febre alta³. Também é comum o paciente apresentar confusão mental (principalmente idosos e crianças), alteração da pressão arterial, fraqueza e mal estar⁵. A evolução da doença costuma ser bastante rápida. Portanto, identificados os sintomas, é recomendável encaminhar o paciente para um serviço médico imediatamente⁵.

 

Transmissão

 

Os principais causadores da pneumonia são as bactérias Streptococcus pneumoniae, Haemophilus influenzae tipo B e o vírus sincicial respiratório⁴. Tais microrganismos podem ser transmitidos por gotículas provenientes de tosse ou espirro expelidas por pessoas contaminadas, mas não se transmitem tão facilmente, ou seja, a pneumonia não é uma doença altamente contagiosa⁵. Pode haver contaminação por contato com sangue, principalmente em recém-nascidos infectados durante o parto⁴.

 

Prevenção

 

A prevenção da pneumonia pode ser feita através da vacinação⁴. Além desta medida, uma boa higiene dos pacientes infectados também é um método preventivo⁴.

 

Tratamento

 

Primeiramente, são realizados exames clínicos, como a ausculta dos pulmões para verificar se há chiado característico da doença. Exames de imagem, como radiografias, são realizados para auxiliar o diagnóstico e na decisão sobre a melhor forma de conduzir o tratamento⁵. Quando não há melhora após o tratamento prescrito pelo médico, parte-se para exames de laboratório que possam identificar o agente causador específico e assim levar à escolha do medicamento adequado⁵. Em casos de pacientes idosos, com comprometimento dos rins, febre alta ou complicações decorrentes da própria doença, é necessária internação hospitalar⁵.

 

Para acessar as referências bibliográficas desta seção, clique aqui

 

PREVINA-SE, NÓS APOIAMOS ESTA IDEIA

Rua Domiciano Santana, 270 | Bairro Água Branca | Avaré-SP

Telefone: 14 3731-3251 - Celular:  14 99832-3006  - 14 99128-9439

 

© 2016 Clínica e Imunológica São Luís - Todos direitos reservados